quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Aulas de Inglês - 5º ano 2012

Pequenos vídeos da 2ª aula de Inglês no 5º ano 2012. Com o objetivo de rever o vocabulário estudado, os alunos criaram suas apresentações. Apenas alguns alunos quiseram participar dessa 1ª gravação, mas em breve postaremos mais momentos do grupo, tanto nas aulas de Inglês, quanto nas demais atividades de rotina.
video



video

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

"Reading with Music" na Oxford Magazine

Mais um projeto da professora de inglês do CAMB, Sandra Rodrigues, foi reconhecido por sua excelência acadêmica e publicado na Oxford Magazine.
A revista da editora Oxford, publica artigos educacionais na área de Língua Inglesa e compartilha ideias de aulas inovadoras e que despertam o interesse dos alunos pelo aprendizado.
Para quem estudava no CAMB desde 2011, basta lembrar do projeto apresentado no Ciclo Cultural, em parceria com a professora Patricia Nabeiro da área de Música, no qual os alunos cantaram em Inglês músicas que foram sucesso no passado e que até hoje fazem parte do repertório de crianças e jovens.

Conheça o projeto visitando o link abaixo:
http://promo.oupe.es/oxfordprimarymagazine/2012/02/02/1557/

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

1º de fevereiro de 2012 - Início do ano letivo

Iniciamos hoje mais um ano aqui na Unidade III.
Além de nossos novos integrantes de 4º ano, recebemos também muitos alunos novos em todos os grupos da Unidade.
Novo ano, novos professores, novos desafios! Certamente 2012 nos reserva muitas boas surpresas e aprendizado!

Sejam todos muito bem-vindos a Unidade III!

P.S.: Abaixo um belo texto do sábio Carlos Drummond de Andrade para inspirar nosso novo ano.

Receita de Ano Novo
Para você ganhar um belíssimo Ano Novo
da cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser,
novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanhe ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta envia ou recebe mensagens? passa telegramas?)
Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar de arrependido
pelas besteiras consumadas
nem acreditar que por decreto da esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.
Para ganhar um ano novo que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo  novo.
Eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.